Esgotamento Sanitário

O Esgotamento sanitário identifica o percentual da população atendida pela rede de coleta de esgotos em determinado limite geográfico, no caso, especialmente no município.

O Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) é definido como um conjunto de obras e instalações destinadas a propiciar coleta, transporte, tratamento e retorno do esgoto da comunidade, de forma adequada quanto ao padrão sanitário.

O esgoto doméstico é proveniente dos domicílios, composto basicamente por água de banho, excretas (urina e fezes), detergente e sabão. O SES é projetado normalmente para esse tipo de esgoto, que contém aproximadamente 99,9% de água e apenas 0,1% de sólidos.

A ausência de um sistema de esgotamento sanitário adequado causa grande impacto na saúde pública. Ela expõe a população a doenças facilmente transmitidas e que afetam principalmente as crianças.

Além disso, outros problemas sérios estão diretamente relacionados ao esgotamento sanitário, como a falta de infraestrutura e as contaminações do meio ambiente, que prejudicam a água, o solo, a vida dos animais e da vegetação ao redor (informações contidas no site da CGM Engenharia*).

Portanto, é importante saber que a falta de esgotamento sanitário expõe comunidades, especialmente crianças, a doenças graves, que podem levar ao óbito. Por exemplo, poliomielite e cólera são transmitidos também pela falta de esgotamento sanitário adequado, isso para não falar de outras doenças muito mais prevalentes no dia a dia.

É assustador ver as desigualdades entre as regiões brasileiras no que diz respeito ao esgotamento sanitário. De um lado está o Distrito Federal com 90,9% da população com cobertura de esgotamento sanitário, o que ainda não é o ideal, uma vez que o melhor seria ter toda a população atendida. No outro extremo, estão Rondônia com apenas 6,7%; Amapá com 6,9%; e Pará com 11,4% da população atendida por esse componente do saneamento básico.

Os municípios em cinza, considerados silenciosos, são aqueles que não informaram dados de esgotamento sanitário ou não sentiram a necessidade de informar (esta informação ainda não está totalmente esclarecida).