Voltar

TCE-GO recebe recomendação para manter ISO 9001 e 14001

TCE-GO recebe recomendação para manter ISO 9001 e 14001

Certificações dizem respeito ao Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) e Sistema de Gestão Ambiental (SGA)

  • person Gustavo Alexandre Aires R. Lopes
  • schedule 30/09/2020
  • Atualizado em 22/03/2022
Imagem da Notícia

 

 

Nenhuma não-conformidade foi apontada pela QMS Certificadora ao recomendar a manutenção das certificações ISO 9001 e ISO 14001 ao Tribunal de Contas do Estado. O resultado da auditoria externa foi apresentado no final da tarde desta terça-feira (29/set), em apresentação remota feita pelo auditor Airton Mondadori Filho. Na semana passada, a QMS já havia anunciado a recomendação com relação à 9001, e ontem, a pedido da Diretoria de Governança Planejamento e Gestão (Diplan) foram convocados os gestores do TCE-GO para conhecer os resultados das duas auditorias de manutenção. Também participou do encontro, a consultora Maria Cristina Franco Paulino, da Ambiente Consultoria.

Na oportunidade, o presidente Celmar Rech lembrou das dificuldades surgidas com a crise provocada pela pandemia, observando que mesmo assim o TCE-GO conseguiu, graças aos esforços das unidades técnicas, alcançar o resultado proposto. Celmar disse ainda, que os pontos de melhoria apresentados pela certificadora são um incentivo e um norte para que o Tribunal possa avançar e que o órgão segue com seu propósito de atuar com qualidade, segurança jurídica e contemporaneidade na fiscalização dos recursos públicos em Goiás.

AUDITORIA

Na apresentação, foi feito um resumo do processo de auditoria que resultou na recomendação para manter a certificação. O auditor explicou os critérios de amostragem, disse que o plano apresentado pelo TCE-GO, bem como as atividades remotas propostas foram cumpridos.

Ele destacou como pontos positivos do Tribunal com relação ao Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), que embasa a certificação ISO 9001, a estruturação com foco nos processos de trabalho, as melhorias implementadas, a robustez do plano de contingência para atividades durante a pandemia, estrutura de TI aplicada, suportando a continuidade da execução dos processos e diversidade dos meios de comunicação com os públicos interno e externo.

Os pontos positivos do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), ISO 14001, foram a convergência de seus objetivos com os sugeridos pela ONU, programas internos de ações ambientais para aprimoramento do programa, controles operacionais consistentes, matriz de aspectos atualizada levando em consideração a pandemia e evolução no monitoramento de metas e resultados.

OPORTUNIDADES DE MELHORIA

Mondadori deixou claro que não foi encontrada nenhuma não-conformidade. Como oportunidades de melhoria da 9001, foram apontadas a possiblidade de aprimorar a calibração de padrões rastreáveis no laboratório de análise de asfalto e a descrição dos procedimentos realizados em caráter emergencial durante a pandemia, com o objetivo de transferência de conhecimento e padronização.

Com relação à 14001, também sem inconformidades, sugeriu que a organização pode aprimorar o relatório final do plano de resposta a emergências e a sistemática de controle da informação documentada, unificado os critérios com o SGQ.

A próxima etapa, para 2021, é a recertificação.

Texto: Alexandre Alfaix

Atendimento à imprensa

Diretoria de Comunicação

Tel: (62) 3228-2697 / 3228-2699

E-mail: imprensa@tce.go.gov.br


Atendimento ao cidadão

Ouvidoria

Tel: (62) 3228-2814 / 3228-2894

E-mail: ouvidoria@tce.go.gov.br

 

 

TCE-GO recebe recomendação para manter ISO 9001 e 14001
Certificações dizem respeito ao Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) e Sistema de Gestão Ambiental (SGA)
Por $nomeUsuarioPubli
22/03/2022

 

 

Nenhuma não-conformidade foi apontada pela QMS Certificadora ao recomendar a manutenção das certificações ISO 9001 e ISO 14001 ao Tribunal de Contas do Estado. O resultado da auditoria externa foi apresentado no final da tarde desta terça-feira (29/set), em apresentação remota feita pelo auditor Airton Mondadori Filho. Na semana passada, a QMS já havia anunciado a recomendação com relação à 9001, e ontem, a pedido da Diretoria de Governança Planejamento e Gestão (Diplan) foram convocados os gestores do TCE-GO para conhecer os resultados das duas auditorias de manutenção. Também participou do encontro, a consultora Maria Cristina Franco Paulino, da Ambiente Consultoria.

Na oportunidade, o presidente Celmar Rech lembrou das dificuldades surgidas com a crise provocada pela pandemia, observando que mesmo assim o TCE-GO conseguiu, graças aos esforços das unidades técnicas, alcançar o resultado proposto. Celmar disse ainda, que os pontos de melhoria apresentados pela certificadora são um incentivo e um norte para que o Tribunal possa avançar e que o órgão segue com seu propósito de atuar com qualidade, segurança jurídica e contemporaneidade na fiscalização dos recursos públicos em Goiás.

AUDITORIA

Na apresentação, foi feito um resumo do processo de auditoria que resultou na recomendação para manter a certificação. O auditor explicou os critérios de amostragem, disse que o plano apresentado pelo TCE-GO, bem como as atividades remotas propostas foram cumpridos.

Ele destacou como pontos positivos do Tribunal com relação ao Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), que embasa a certificação ISO 9001, a estruturação com foco nos processos de trabalho, as melhorias implementadas, a robustez do plano de contingência para atividades durante a pandemia, estrutura de TI aplicada, suportando a continuidade da execução dos processos e diversidade dos meios de comunicação com os públicos interno e externo.

Os pontos positivos do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), ISO 14001, foram a convergência de seus objetivos com os sugeridos pela ONU, programas internos de ações ambientais para aprimoramento do programa, controles operacionais consistentes, matriz de aspectos atualizada levando em consideração a pandemia e evolução no monitoramento de metas e resultados.

OPORTUNIDADES DE MELHORIA

Mondadori deixou claro que não foi encontrada nenhuma não-conformidade. Como oportunidades de melhoria da 9001, foram apontadas a possiblidade de aprimorar a calibração de padrões rastreáveis no laboratório de análise de asfalto e a descrição dos procedimentos realizados em caráter emergencial durante a pandemia, com o objetivo de transferência de conhecimento e padronização.

Com relação à 14001, também sem inconformidades, sugeriu que a organização pode aprimorar o relatório final do plano de resposta a emergências e a sistemática de controle da informação documentada, unificado os critérios com o SGQ.

A próxima etapa, para 2021, é a recertificação.

Texto: Alexandre Alfaix

Atendimento à imprensa

Diretoria de Comunicação

Tel: (62) 3228-2697 / 3228-2699

E-mail: imprensa@tce.go.gov.br

-


Atendimento ao cidadão

Ouvidoria

Tel: (62) 3228-2814 / 3228-2894

E-mail: ouvidoria@tce.go.gov.br

-


NOTÍCIAS RELACIONADAS

17 abr 2024 17:08:09 calendar_today

person Alexandre Alfaix de Assis

Vereadores e gestores municipais do Tocantins recebem treinamento sobre primeira infância

Assessor do TCE-GO foi um dos palestrantes do workshop

17 abr 2024 13:40:23 calendar_today

person Leonardo Rocha Miranda

Seminário debaterá ações descentralizadas na educação básica

As inscrições para participação do Seminário são gratuitas e já estão disponíveis

16 abr 2024 13:31:23 calendar_today

person Leonardo Rocha Miranda

TCE-GO define equipe de avaliação e controle do MMD-TC

Iniciativa da Atricon verifica o desempenho dos TCs e identifica seus pontos fortes e fracos

16 abr 2024 13:14:50 calendar_today

person Alexandre Alfaix de Assis

Secretária da Economia formaliza entrega das Contas do Governador ao TCE-GO

Corte de Contas tem 60 dias de prazo para elaborar o Parecer Prévio do exercício de 2023