Planos Institucionais

 

Conforme Resolução Administrativa nº 005/2016, os planos institucionais compreendem o Plano Estratégico, o Plano de Diretrizes, o Plano de Fiscalização e os Planos Diretores.

Assim, faz-se necessário uma compreensão mais detalhada sobre o sistema de planejamento e gestão do TCE-GO, em que os níveis são divididos em:

I - Nível estratégico, traduzido no Plano Estratégico;

II - Nível tático, traduzido no Plano de Diretrizes da Presidência e no Plano de Fiscalização; e

III - Nível operacional, traduzido nos planos diretores das unidades diretamente vinculadas à Presidência, no Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) e no Plano Diretor de Desenvolvimento de Competências (PDDC).

O Plano Estratégico do TCE-GO é concebido por meio de sua Alta Direção, com o apoio técnico da DiPlan, à luz das necessidades e expectativas das partes interessadas.

O Plano Estratégico é gerido pelo PO – Gerir Plano Estratégico, o qual prevê a realização de ciclos bianuais de gestão , que acompanham a alternância de liderança da Alta Direção. A cada ciclo, subsidiado por análise de riscos (ver PO – Gerir Riscos), os Objetivos Estratégicos são desdobrados em diretrizes que compõem o Plano de Diretrizes da Presidência. Completando o nível tático, o Plano de Fiscalização é elaborado pela Secretaria de Controle Externo com base em análise de riscos e nas diretrizes da Presidência para o biênio.

Fechando o ciclo de planejamento bianual, elabora-se os Planos Diretores das Unidades Básicas ligadas à Presidência, os quais são compostos por iniciativas de melhoria alinhadas às diretrizes presidenciais e com vistas a tratar os riscos priorizados. As iniciativas de melhoria são geridas em módulo específico no Sistema SGP, conforme preconizado no PO – Gerir Melhoria Contínua.